sábado, novembro 30, 2013

Lisboa - cidade das Sete Colinas

 Viver a moda Lusitana - continuação...

As sete Colinas
A idéia destas presumíveis sete colinas poderia vir dos Romanos, que viam em Felicitas Julia ou Olisipo uma estrutura geográfica semelhante à da capital do império Romano. A lenda refere que Roma, quando foi fundada, era rodeada por Sete Colinas, a saber: Campidoglio, Quirinale, Viminale, Esquilino, Celio, Aventino e Palatino.
Mas independentemente desta proveniência lendária popular foi Frei Nicolau de Oliveira empenhado em arranjar um paralelo apressado com a cidade de Roma que as referiu pela primeira vez no século XVII. Com o crescimento urbano, estendeu-se a outras elevações e, no século XVI, Damião de Góis já a descrevia espalhada por cinco colinas: Esperança, São Roque, Sant'Ana, Senhora do Monte (ou Santa Catarina do Monte Sínai) e Castelo (ou São Jorge). Hoje naturalmente que a cidade ocupa muitas mais e nem aquelas na altura eram bem sete, por exemplo, a colina da Graça foi esquecida por Frei Nicolau, uma vez que chegando a Lisboa pelo mar, é encoberta pela do Castelo, com essa daria oito colinas mas a mesma impossibilitava a imitação ou a similaridade com Roma e era mais conveniente imitá-la.
Outro facto é que as Colinas de Santa Catarina do Monte Sinai e Chagas, até 1597, tratava-se de apenas um monte, o chamado Pico de Belveder, que até tinha uma célebre povoação, que mais tarde foi inserida na malha urbana de Lisboa, mas nesse ano verificou-se uma derrocada de terras devido ao terramoto desse ano, que cavou a depressão e onde hoje se estende o Elevador da Bica, dando origem no vale à urbanização da Bica, criando-se assim as duas colinas atuais. Sem este acidente, vinte e três anos depois Frei Nicolau teria tido algumas dificuldades em encontrar sete colinas visíveis do estuário do rio Tejo.


Definindo as Colinas
Colina de São Jorge, também chamada do Castelo, é a colina mais alta das sete (na realidade é a colina da Graça que é contínua a esta que é a mais alta colina de Lisboa, mas foi como vimos esquecida pelo autor desta lenda) e é onde fica o atual Castelo de São Jorge e onde se pensa que apareceu o primeiro povoado que deu origem a Lisboa, nesta colina e por baixo do Castelo apareceram vestígios doOppidum Romano (sendo por esse motivo a parte central do antigo municipium Romano), sabe-se que o alcácer árabe estava aí instalado e foi aí que se construiu o castelo do tempo da Reconquista que ainda hoje existe. A sua área geográfica abrange atualmente os bairros da Mouraria, do Castelo e parte do de Alfama (sudeste).
Colina de São Vicente onde fica o atual Bairro de Alfama e o Convento de São Vicente de Fora.
Colina de Sant'Ana, onde ficava o Mosteiro das freiras Dominicanas de Nossa Senhora da Anunciada, o nome destas passou ao local e à rua que junto dele seguia estas instalaram-se no local em 1539depois dos frades Agostinhos o cederem por troca às freiras que se transferiram para este local da sua primitiva fundação na Costa do Castelo, local onde agora fica o Largo da Anunciada, mesmo no topo da colina. Esta Colina localiza-se a Oeste do Castelo de São Jorge, tendo constituído um esporão entre a Ribeira de Valverde a poente e a Ribeira de Arroios a nascente, que na sua confluência o delimitavam a sul, equivalendo grosso modo à área atualmente definida pela Rua de São José/Rua das Portas de Santo Antão, Rua da Palma/Largo do Martim Moniz e Praça da Figueira.
Colina de Santo André, conta-se que D. Afonso Henriques aproveitando as qualidades estratégicas da região e aqui instalou, em 1147, as suas tropas para atacarem a cidade, com o terramoto de 1551que fez sair muitos moradores da cidade antiga estes escolheram as colinas da Graça e de Santo André por serem muito altas (na realidade os fatos também se referem à colina da Graça que é continua a esta), e na altura menos ocupadas e de "melhores ares", assim, famílias nobres instalam-se na região e adquiram quintas onde construíram casas de campo, mais tarde essas casas dão lugar a grandes palácios que se localizam sobretudo ao longo das calçadas da Graça e Santo André e ainda no Largo da Graça.
Colina das Chagas cujo nome é atribuído por causa da Igreja que nele edificaram os marinheiros da rota da Índia em louvor às Chagas de Cristo, corresponde atualmente à área que se situa o Largo do Carmo e área envolvente.
Colina de Santa Catarina que vai atualmente do Largo Camões até à Calçada do Combro.
Colina de São Roque também confundida por uns como a colina de São Pedro de Alcântara que nunca existiu pois essa designação é de uma Rua e de um Jardim com um nome bem recente, na mesma situa-se o Miradouro de São Pedro de Alcântara, fonte talvez da confusão, nesta está situada atualmente o Bairro Alto.


E com tantas colinas temos pontos “escondidos” privilegiados de observação da cidade, que aqui chamam-se MIRADOUROS. Selecionei os 12 mais espetaculares, na minha opinião ;) Mas atenção!!!! Quando estiver em Lisboa ande com os olhos bem abertos, pois há sempre surpresas no caminho... Quando menos se espera do alto de uma viela vê se o majestoso Rio Tejo.

Portas do Sol
Situado perto do castelo, este terraço oferece as melhores vistas dignas de um postal ilustrado de Lisboa. 
Também tiram-se daqui as melhores fotografias, vendo-se o rio e as cúpulas e telhados do bairro mais antigo da cidade.

Graça
Este parece ser o miradouro preferido dos artistas que pintam a cidade. 
Com um quiosque e vista para o castelo, é também um ponto de encontro, misturando lisboetas e turistas.

São Pedro de Alcântara
Este jardim no topo de uma colina virada para a do castelo permite admirar toda a Baixa até ao rio. 
É também um dos locais mais românticos da cidade.

Parque Eduardo VII
A Baixa construída entre duas colinas pode ser admirada do topo deste parque que parece descer até ao rio. Com vista do castelo e do Tejo, é um local perfeito para fotografias.

Senhora do Monte
Daqui tem-se um panorama de toda a cidade, mas parece ser um local ainda pouco conhecido. A única companhia que se costuma ter aqui é a de um ou dois casais de namorados.

Elevador de Santa Justa
Do topo deste monumento tem-se uma vista espetacular do centro da cidade. Ninguém que visita Lisboa deve deixar de passar por aqui, a não ser aqueles que sofrem de vertigens, pois aqui tem-se a sensação de estar a flutuar sobre a cidade.

Santa Catarina
O porto de Lisboa e a Ponte 25 de Abril são vistos desde este terraço, onde se pode fazer uma pausa e observar os cruzeiros a passar.

Mosteiro de São Vicente de Fora
Muita gente desconhece que do topo deste mosteiro tem-se uma vista fantástica de Lisboa. O Panteão Nacional encontra-se logo ao lado, e pode admirar-se também todo o bairro de Alfama e a Ponte 25 de Abril.

Padrão dos Descobrimentos
Os principais monumentos de Lisboa podem ser admirados do topo deste, situado no local de onde partiu Vasco da Gama para a sua viagem até à Índia. 
Olhe para baixo e veja os turistas a caminhar sobre o mundo (um mapa ilustrado no chão que mostra as rotas dos descobridores portugueses).

Santa Luzia
O mar de telhas de Alfama descendo até ao rio é o que se vê deste terraço encantador, sempre cheio de turistas a fotografar.

Castelo de São Jorge
O Castelo de São Jorge oferece uma vista privilegiada e muito completa da cidade. Deslizando os olhos pela Costa do Castelo, passamos pelos telhados da Mouraria até ao Martim Moniz. A contemplação pode prosseguir pela colina de Santana, pela Baixa e subir a São Roque, onde espreitam as ruínas do Convento do Carmo e o arvoredo do miradouro fronteiro de São Pedro de Alcântara. Percorrendo os telhados e as ruas estreitas e sinuosas de Alfama, passando pela Sé, os olhos avançam em direção ao rio Tejo. Para Norte, avistamos as novas áreas da cidade, com avenidas largas e prédios de construção mais recente.

Mercado Chão de Loureiro

O miradouro localiza-se no antigo Mercado do Chão Loureiro que foi recentemente recuperado num moderno parque de estacionamento. A cobertura oferece a todos os visitantes uma das melhores vistas sobre a baixa pombalina. É possível subir no elevador ou pelas escadas que o envolvem. Um ótimo local de passagem na caminhada pelo bairro da colina do Castelo.



Bom fim de semana!
E eu por cá continuo nas descobertas...
semana que vem tem mais postagem.
Beijos para os de cá e os de lá :)



2 comentários:

Helô disse...

Como é bom aprender mais sobre Lisba e Portugal. Já vi bastante mas ainda nem um miléssimo. Estou gostando muito. Beijos

銀行汽車貸款0800772999 disse...

免費視訊秀短片
情色網
免費視訊聊天
色ut聊天室
免費正妹交友
亂倫小說
靓女黃片
性愛夫妻
熱舞日本影片